Página Inicial » Sem categoria » Prótese mamária: 7 mitos e verdades sobre o procedimento

Prótese mamária: 7 mitos e verdades sobre o procedimento

Pensando em fazer uma cirurgia de prótese mamária, mas tem dúvidas sobre como tudo funciona na prática? Saiba que você não está sozinha e neste artigo vamos trazer os mitos e verdades mais comuns sobre o procedimento. Confira!

Seja por vaidade, desejo de eliminar a flacidez ou pela simples vontade de ter seios maiores, a cirurgia para colocar silicone é muito procurada por mulheres do mundo inteiro.

Se identifica com a possibilidade, mas tem medo, receio ou dúvidas sobre o assunto? 

Para combater a desinformação e te deixar mais segura em relação à cirurgia de prótese mamária, separamos  07 mitos e verdades sobre a cirurgia. Confira!

mulher pensando em prótese mamária

1. Próteses de silicone atrapalham a amamentação

MITO. Para mulheres que são mães ou pretendem ser e amamentar algum dia, é natural pensar que a prótese de mama pode atrapalhar ou até mesmo impedir a lactação .

É uma cirurgia que pode até alterar a sensibilidade das mamas por alguns meses, mas geralmente a paciente não precisa se preocupar com a amamentação.

Afinal de contas, o implante da prótese mamária é feito  por trás da glândula  e não em seu interior, portanto não há interferência na produção do leite materno.

Existe  apenas uma exceção que, eventualmente, pode dificultar a amamentação de alguma forma: a realização da  cirurgia de prótese mamária pela via periareolar. Isso acontece porque a incisão ao redor das aréolas acaba lesando alguns ductos mamários.

Tem interesse em fazer uma cirurgia para colocar silicone, mas planeja ser mãe em breve? 

O recomendado é que você aguarde um pouco para fazer o procedimento! Após a gestação, é natural que os seios fiquem mais flácidos devido à amamentação do bebê.

Isso não significa que você não poderá fazer o implante de prótese mamária, mas é aconselhável que você aguarde o término de todo o processo gestação -lactação.

2. Após a cirurgia, é possível ter alta no mesmo dia

VERDADE.  Tudo depende da recuperação da paciente e da evolução do quadro após as primeiras horas. 

Digamos que a pessoa entrou de manhã no centro cirúrgico para fazer o implante de prótese mamária e após o término da cirurgia não apresentou vômitos, sonolência ou qualquer outro desconforto , a alta poderá ser dada no final do dia sim!

De qualquer forma, é importante lembrar que após a cirurgia para colocar silicone existem cuidados que devem ser seguidos no pós-operatório, como:

  • Uso de sutiã pós-cirúrgico por 06 semanas para evitar deslocamentos das próteses de silicone e hematomas;
  • Não se expor ao sol por 30 dias;
  • Não fazer atividades físicas intensas nas primeiras duas semanas;
  • Ficar um mês sem dormir de barriga para baixo.

Cada organismo se recupera de uma forma. Por isso, é importante ficar atenta a sinais de complicações como inchaço exagerado dores intensas, vermelhidão ou saída de secreções pela incisão.

Da mesma forma, seguir  as orientações do cirurgião e comparecer às consultas de retorno  é algo de fundamental importância  depois da cirurgia de prótese mamária.  

3. Cirurgia de prótese mamária causa muita dor

MITOCada pessoa tem um limiar diferente em relação à dor. Mas, de forma geral, as dores que ocorrem em função de uma cirurgia para colocar silicone são moderadas e facilmente controladas.

Nos primeiros dois ou três dias, a dor é muito parecida com a dor muscular de alguém que malhou muito ou pegou pesado na musculação. Caso você passe por isso, saiba que o uso de analgésicos deve aliviar bastante essa condição.

4. As pessoas vão saber que é silicone

MITO. A decisão de implantar  prótese mamária, ou, simplesmente “colocar silicone”, popularmente falando, pode causar muitas dúvidas na cabeça da mulher que tem medo de ter uma aparência artificial.

Antes de tudo, é importante ficar tranquila! Graças aos diversos modelos de prótese e técnicas cirúrgicas cada vez mais avançadas é possível obter resultados muito naturais.

seios com prótese mamária

Os fatores que envolvem a escolha de uma prótese mamária são:

  • Tipo de pele;
  • Formato dos seios;
  • Altura da paciente;
  • Volume prévio das mamas;
  • Formato do tórax;
  • Flacidez dos seios.

Assim como existem diversos volumes de prótese mamária, o formato das próteses também é muito diversificado. 

Por esse motivo, vale muito a pena conversar com seu médico antes de escolher a prótese mamária que mais combina com seu corpo.

Essa é uma questão estética, mas não se limita à aparência. Afinal, a qualidade do implante interfere na saúde da mulher.

5. A prótese mamária é definitiva

MITO. Independentemente do modelo e da marca, nenhuma prótese mamária é definitiva.

Com o passar do tempo, a anatomia da paciente pode mudar. Além disso, é natural que ocorra a formação lenta e gradativa de uma cápsula de tecido conjuntivo ao redor da prótese de mama.

Aos poucos, a cápsula vai se espessando e endurecendo. Esse fenômeno se chama contractura capsular e na prática, as consequências podem ir de dor à deformação dos seios.  Essa é a principal causa da necessidade de troca da prótese mamária (que geralmente ocorre entre dez ou quinze anos depois da implantação).

6. Silicone interfere na sensibilidade dos seios

VERDADE. A mulher pode apresentar  alteração na sensibilidade das mamas nos primeiros meses depois de fazer  a cirurgia para colocar silicone.

Isso acontece porque, durante o procedimento, nervos microscópicos são afetados pela cirurgia. A sensibilidade das mamas pode aumentar ou diminuir (o que é mais comum, inclusive).

É importante destacar que essas alterações não são definitivas. Portanto, não tenha receio de optar pela prótese de mama por causa disso.  

6. Silicone interfere na sensibilidade dos seios

VERDADE. A mulher pode apresentar  alteração na sensibilidade das mamas nos primeiros meses depois de fazer  a cirurgia para colocar silicone.

Isso acontece porque, durante o procedimento, nervos microscópicos são afetados pela cirurgia. A sensibilidade das mamas pode aumentar ou diminuir (o que é mais comum, inclusive).

É importante destacar que essas alterações não são definitivas. Portanto, não tenha receio de optar pela prótese de mama por causa disso.  

7.  Silicone causa câncer de mama

MITO. Existe um tipo de câncer raríssimo que se chama linfoma anaplásico de células gigantes que pode estar associado à superfície da prótese de mama. 

No entanto, os estudos científicos ainda não comprovaram que o silicone é a causa real desse câncer. 

Outro esclarecimento importante: ter silicone não impede que a paciente faça mamografia ou exames para identificar qualquer alteração. A prótese mamária é sim um corpo estranho, mas isso não altera a leitura dos  exames de rotina como a mamografia.

Caso haja alguma dificuldade técnica na análise da mamografia, o ultrassom de mamas e a ressonância magnética são alternativas  que podem identificar qualquer problema que esteja ocorrendo nas mamas da paciente.

Além desses mitos e verdades, existem muitas outras dúvidas que podem surgir na cabeça de quem quer colocar silicone ou já fez um implante e não obteve o resultado esperado.

A principal dica para você que quer fazer uma cirurgia para colocar silicone é encontrar um cirurgião qualificado e que esteja disposto a tirar todas as suas dúvidas. 

Assim, fica mais fácil alinhar suas expectativas em relação ao procedimento  aos resultados do implante da  prótese de mama.

Tem alguma dúvida que renderia um outro mito ou verdade? Converse com a equipe do Dr. Regis Milani!

Deixe um comentário

Open chat
Oi, tudo bem? Como posso te ajudar? :)
Oi, tudo bem?
Como posso te ajudar? :)